Manifestantes dão ovada em Neto e Dória: ‘Absurdo’, diz prefeito

202 views

protesto

“O governador, que é o patrocinador dessa história, devia ter cuidado, porque a democracia tem que prevalecer. Esse tipo de coisa é condenável”, condenou prefeito.

Os manifestantes que se posicionaram na entrada da Câmara Municipal de Salvador para “saudar” o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), homenageado com o título de Cidadão Soteropolitano, na noite desta segunda-feira (7), agrediram o tucano e sua comitiva, inclusive o gestor da capital baiana, ACM Neto (DEM).

Além de palavrões e palavras de ordem, foram atirados ovos contra os políticos, que precisaram de reforço na segurança e apoio de assessores com guarda-chuvas. Em entrevista ao bahia.ba, Neto chamou o ato de “absurdo” e acusou o governador Rui Costa, que criticou a concessão da honraria, de patrocinar o ato.

“Vejo ali meia-dúzia de pessoas da CUT, do PT, e de sindicatos fazendo isso. Lamentável porque, quando eles fazem os seus eventos, ninguém parte para esse tipo de tentativa de agressão ou de ofensa física, inclusive. Isso é contra a democracia, mas é fruto também do desespero de quem está vendo o poder se esvair. A esse tipo de coisa vai ser dada a resposta ano que vem, nas eleições. E o governador, que é o patrocinador dessa história, devia ter cuidado, porque a democracia tem que prevalecer. Esse tipo de coisa é condenável”, lamentou.

Após o primeiro ataque, novos ovos foram arremessados pelos protestantes e o democrata precisou retornar ao Palácio Thomé de Souza para trocar de roupa.

“A gente permitiu a manifestação. Eu podia ter tirado, ter usado a Guarda Municipal para tirar a manifestação. Recomendei que a Guarda permanecesse à distância para garantir a manifestação, agora jogar ovo não é coisa de gente decente”, criticou o prefeito.

 

Evilasio Junior / Alexandre Galvão

Print Friendly