Fantástico aponta detalhes da operação que encontrou digitais de Geddel no caso dos R$ 51 milhões

77 views

geddel

O programa Fantástico detalhou como ocorreu a operação que encontrou R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, atualmente preso na Papuda.

Segundo a matéria, após Geddel ter sido detido por suspeita de atrapalhar investigações da Operação Cui Bono, que apurava desvios na Caixa na época em que ele era vice-presidente de Pessoa Jurídica, a polícia recebeu a ligação anônima de uma lesteminha que contou que o político vinha colocando caixas no apartamento. A PF então apurou a denúncia e conseguiu obter autorização para entrar no local.

Quatro policiais foram ao apartamento com o objetivo de encontrar documentos no local, mas se depararam com as malas de dinheiro que estavam cobertas com um lençol branco em um dos quartos trancados.

Um chaveiro e duas funcionárias do prédio foram chamados como testemunhas no momento em que a polícia retirou o dinheiro do quarto e levou até a sala.

A PF considerou que era necessário verificar as digitais encontradas nas notas para ter mais detalhes que ligasse o nome de Geddel ao dinheiro. Ao analisarem todos os objetos encontrados no apartamento, os papiloscopistas da Polícia Federal descobriram, em um plástico que envolvia um maço de R$ 100 mil, a impressão digital do dedo mindinho de Geddel. A polícia também identificou o dedo médio esquerdo de Geddel em outro maço. Além das digitais do peemedebista, a análise também encontrou a digital de um ex-funcionário de Geddel, Gustavo Ferraz, que também foi preso pela polícia.
Por Thyara Araujo

Print Friendly