MP discute medidas de atuação para o Carnaval 2018

77 views

MP

Medidas preventivas de atuação do Ministério Público estadual no Carnaval 2018 foram debatidas pelo Grupo de Trabalho formado pela instituição para desenvolvimento do projeto de ação integrada com a procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado. Possíveis impactos provocados nas áreas de segurança pública, infância e juventude, meio ambiente, consumidor e saúde foram levantados pelos promotores de Justiça que participaram da reunião e avaliaram medidas adotadas na festa momesca de 2017. O objetivo do MP é ampliar e qualificar a sua atuação.

Atuando, sobretudo, na fase de planejamento, o Grupo de Trabalho visa a garantia da segurança dos cidadãos durante a festa, bem como busca a probidade administrativa nos atos praticados pelo Poder Público. Desde o ano de 2017, o MP criou um projeto integrado para atuação em diversas áreas durante a festa momesca. Participaram da reunião com a PGJ, nesta segunda-feira, os promotores de Justiça Artur Ferrari, Lívia Santana Vaz, Márcia Teixeira, Marcelo Guedes, Cristina Seixas, Carlos Robson Leão, Fábio Veloso, Luciano Taques, Mônica Barroso e Marcelo Aguiar e a servidora Milena Pimenta.

O Grupo de Trabalho é composto pelos coordenadores dos Centros de Apoio Operacional de Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp); Criminal (Caocrim); Proteção à Moralidade Administrativa (Caopam); Meio Ambiente e Urbanismo (Ceama); Criança e Adolescente (Caoca); Direitos Humanos (CAODH); Defesa da Saúde (Cesau) e Consumidor (Ceacon). A Coordenadoria de Segurança Institucional prestará apoio às atividades do GT, composto pelos promotores de Justiça Lívia Santana Vaz, coordenadora; Edvaldo Gomes Vivas; Fábio Ribeiro Veloso; Marcelo Henrique Guedes; Marcelo Santos Aguar; Márcia Rabelo Sandes e Rita Tourinho.

 

Cecom/MP

Print Friendly