Câmara de Jaguarari aceita denúncia de fraude licitatória contra prefeito

236 views

prefeito-jaguari

A Câmara Municipal de Jaguarari aceitou uma denúncia de infração político-administrativa contra o prefeito Everton Carvalho Rocha (PSDB). A decisão foi tomada por 12 votos favoráveis contra apenas um negativo, em sessão plenária da última quinta-feira (11). Com base em sorteio, a Comissão Processante será composta pelos vereadores Valdemilson dos Santos Vieira, no cargo de presidente; José Gonçalves Filho, como relator; e Lourival Almeida Sandes, como membro. Os três terão o prazo de 90 dias, contados a partir da data de notificação do denunciado, para investigar o caso. Na ação referida, solicitada em 26 de dezembro por Klyton Marceu Rosa Silva, o prefeito é acusado de fraudar a licitação de um software para o sistema de controle de tributos. De acordo com a denúncia, divulgada pelo portal Jaguarari Online, até agosto do ano passado, o município utilizou os serviços da empresa ADM Sistemas. Depois disso, o denunciante aponta que eles aderiram ao software da empresa Intersol, sem contrato formal, e que só após o início da operação publicaram um aviso de licitação no Diário Oficial. A partir daí, o denunciante diz que o “Sr. Lucas” determinou que os funcionários do setor encontrassem um meio de desqualificar a proposta da ADM Sistemas, que teria apresentado uma oferta mais econômica, para que a Valutare Consultoria Tributária LTDA fosse declarada vencedora. Além disso, a denúncia aponta que o software continuou a ser fornecido pela Intersol, acusando a empresa de bloquear o sistema por atrasos de pagamento. Segundo veiculado em portais da região, Rocha já é alvo de outra denúncia de infração político-administrativo, feita pelo ex-vice-prefeito do município, Alberto Nunes de Sá. O político acusa o tucano de ter contratado uma empresa para a contratação de transportes, que teria contratado um Fiat Doblò que nunca foi utilizado para depois trocá-lo por um Montana. O Bahia Notícias tentou contato com a prefeitura ou o prefeito, mas o gestor municipal não foi encontrado para comentar a acusação.

 

*Com informação/bahianoticias

Print Friendly