Eduardo Salles comemora acordo que viabiliza construção do Porto Sul

95 views

porto-sul-foto-1024x682

O acordo feito por três empresas chinesas e a Bahia Mineração (BAMIN), que vai permitir que as instituições discutam os negócios para futura formação de uma joint venture (aliança entre empresas para realização de atividades econômicas em comum), foi comemorado pelo deputado estadual Eduardo Salles. A assinatura aconteceu na última terça-feira (6) entre as empresas chinesas e a BAMIN. Neste mesmo dia, pela manhã, o parlamentar participou de reunião com o governador Rui Costa, o vice-governador João Leão e os chineses.

“Esse é o momento importante e resultado de uma equipe que sempre acreditou na importância econômica do Porto Sul para Ilhéus e região. Continuaremos trabalhando pela realização desse empreendimento que irá impulsionar a economia do nosso estado e gerar de milhares de empregos”, celebra Eduardo Salles, membro da Comissão da FIOL e Porto Sul da Assembleia Legislativa da Bahia.

“A crise econômica vivida pelo país atrapalhou muito o calendário da obra. Mas nunca desistimos. Eu fui sempre com meus colegas da Comissão a Brasília tentar retirar os entraves para a retomada dos trabalhos. Na outra ponta, o governador e o vice-governador foram à China costurar o acordo que viabilizasse o Porto Sul”, relembrou o parlamentar.

No final de 2017 o governo estadual e a BAMIN fecharam acordo com os chineses estabelecendo um cronograma inicial das obras do Porto Sul, que possui todas as licenças ambientais. “A consolidação do consórcio entre essas empresas vai viabilizar também a FIOL porque não há como concluir a ferrovia sem a existência de um porto”, explicou o deputado.

O investimento do Porto Sul é de R$ 2,7 bilhões e será construído na localidade de Aritaguá, litoral de Ilhéus. O local vai escoar 20 milhões de toneladas de minério de ferro que chegarão à região por meio da Ferrovia Oeste- Leste).

 

Fonte: Ascom / Dep. Estadual Eduardo Salles

Print Friendly