Governador afirma a Eduardo Salles que presidente da Azul prometeu avaliar retorno de voos Ilhéus-Salvador

133 views

eduardo

O retorno dos voos da Azul Linhas Aéreas de 23h, partindo de Salvador, e de 5h, decolando de Ilhéus, foi uma das pautas da audiência que o governador Rui Costa teve nesta quinta-feira (5) com o presidente da companhia, John Rodgerson, em Salvador.

O chefe do executivo baiano informou nesta sexta-feira (6) ao deputado estadual Eduardo Salles que o presidente assumiu o compromisso de avaliar o retorno dos horários.

Desde fevereiro, quando a Azul Linhas Aéreas suspendeu os voos, Eduardo Salles participou, ao lado do deputado federal Bebeto Galvão, de audiência com o secretário estadual de Turismo, José Alves, e posteriormente com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, para mobilizar o governo estadual na luta pelo retorno dos horários nos aeroportos Jorge Amado e Deputado Luiz Eduardo Magalhães.

“Nestas audiências, fui informado pelos secretários que o governador teria essa reunião com o presidente da Azul Linhas Aéreas”, relembra Eduardo Salles.

“A suspensão desses voos tem prejudicado a economia e o turismo de Ilhéus, Maraú, Itabuna, Una, Canavieiras, Buerarema, Ipiaú, Ibirataia e toda a região”, reclama Eduardo Salles. “E desde fevereiro os passageiros têm sofrido muito com valores exorbitantes das passagens”, acrescenta o parlamentar.

Na Bahia, há dois decretos de ICMS que beneficiam as empresas aéreas. Um deles é referente à redução do imposto original sobre o querosene de aviação de 18% para 12%, desde que as empresas aumentem em 20% seu consumo de querosene no Estado. O segundo decreto, que reduz a alíquota de ICMS sobre o querosene de 18% para 7%, é aplicado apenas para companhias que atuam em 10 ou mais municípios, como é o caso da Azul Linhas Aéreas.

“O governo estadual demonstra, com isenção tributária, mecanismos para ajudar as empresas aéreas a prestarem o serviço à população. Precisamos batalhar muito para que esses voos retornem para que a economia da região não sofra”, explica Eduardo Salles.

“Caso a Azul Linhas Aéreas, após essa avaliação que prometeu ao governador, responda que não quer continuar, vamos trabalhar para que outra empresa preste o serviço”, concluiu o deputado estadual.

Print Friendly