Mesmo com ação do BC, dólar dispara e fecha a R$ 3,81

4960 views

dolar

A maior atuação do Banco Central (BC) no mercado de câmbio não conseguiu segurar a cotação do dólar, que fechou, nesta terça-feira (5), com alta de 1,78% para R$ 3,81.

É o maior valor de fechamento em mais de dois anos: em 2 de março de 2016, o dólar valia R$ 3,888.

No pregão, a autoridade monetária injetou quase R$ 1,9 bilhão no mercado, mas isso não foi suficiente para conter o avanço da moeda. É a maior venda líquida de dólares em apenas um pregão desde 23 de maio do ano passado, quando o BC colocou US$ 2 bilhões.

Investidores estavam cautelosos após a divulgação de dados sobre o setor de serviços e a geração de empregos nos EUA, que indicam um possível avanço da inflação. Com mais inflação, a tendência é os juros por lá subam mais. Juros elevados têm potencial para atrair à maior economia do mundo recursos aplicados hoje em outros mercados, como o brasileiro.

Os investidores ainda continuavam cautelosos com os desdobramentos da greve dos caminhoneiros, que afetou o abastecimento do país nas últimas semanas. O governo acabou cedendo na maioria das reivindicações da categoria para baixar os preços do diesel, gerando uma conta bilionária que impactará os cofres públicos, prejudicando o ajuste fiscal.

Agora, o governo trabalha para mudar a periodicidade dos reajustes de preços de gasolina sem mudar a política de preços da Petrobras.

Print Friendly