Pedidos de impeachment de membros do STF disparam com polarização política

6329 views

tofolli-gilmar-mendes

O Supremo Tribunal Federal (STF) acumula 28 pedidos de impeachment de seus ministros, 23 deles protocolados de 2015 para cá, informa reportagem do jornal Folha de S. Paulo deste domingo (30).

O número consta de dados levantados na página do Senado na internet. De acordo com a publicação paulista, o levantamento mostra que a onda de protestos que dividiu o país, culminando na cassação de Dilma Rousseff, em 2016, turbinou as petições contra os principais representantes da mais alta corte.

As decisões por vezes erráticas do Supremo, proferidas em meio à mobilização anticorrupção personificada pela Lava Jato, também foram fundamentais para essa alta.

O ministro Gilmar Mendes, criticado por decisões que levaram à libertação de dezenas de alvos na Lava Jato, é o campeão de pedidos, com 9 —7 deles feitos desde 2016.

A vice-liderança do ranking é dividida entre Dias Toffoli e Luís Roberto Barroso, com 4 petições de afastamento cada, seguidos por Ricardo Lewandowski e Luiz Fux (3 representações cada um).

A maior parte das petições é rapidamente arquivada pelo Senado, seja por apresentarem falhas jurídicas, seja pela avaliação de que não há motivo suficiente a embasá-las. Cabe ao Legislativo processar e julgar juízes da corte.

Print Friendly