Sob gritos de ‘mito’, Bolsonaro diz que irá reestabelecer ordem no país

6979 views

ordem

Em discurso para multidão que o aguardava na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, presidente diz que brasileiro pode sonhar com condições melhores e que cabe ao governo ser honesto e eficiente ao invés de criar barreiras.

Diante de uma multidão que ocupou a Esplanada dos Ministérios na tarde desta terça-feira (1) em Brasília, no Distrito Federal, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) ressaltou as propostas já promovidas durante a campanha eleitoral e disse que irá “reestabelecer a ordem no país”.

“É com humildade e honra que me coloco diante de toda a nação. Esse será conhecido como o dia em que o povo começou a se libertar do socialismo, do gigantismo estatal e do politicamente correto”, disse o ex-militar da reserva, sob gritos de “mito”, apelido que ganhou nas redes sociais.

Bolsonaro voltou a pedir união dos poderes em função do progresso brasileiro e reforçou que irá cumprir a constituição para promover as “transformações que o país precisa”.

“Temos uma grande nação para reconstruir os primeiros passos já forma dados. Fui eleito com a campanha mais barata da história. Graças a vocês conseguimos montar um governo sem conchavos ou acertos políticos. Formamos um time de ministros capazes mas ainda há muito desafios pela frente”, acrescentou o presidente.

O carioca voltou a criticar o que define como “ideologias que destroem nossos valores” e disse que irá “estabelecer padrões éticos e morais”.

“Urgente acabar com a ideologia que levou o Brasil a ver o aumento dos índices de violência e aumento do crime organizado. Nossa preocupação será com as pessoas de bem e com direito a propriedade e a legítima defesa”, disse Bolsonaro, em clara menção a intenção de flexibilizar o porte de armas de fogo no Brasil.

Ao final, o presidente voltou a exprimir o discurso antipestista que o tornou popular. “A nossa bandeira jamais será vermelha. Só se for preciso nosso sangue para mantê-la verde e amarela”, concluiu.

Print Friendly