Onde estão os maiores problemas nos processos administrativos

13964 views

eneficiencia

Quando falamos que há problemas de gestão pública que afetam os resultados da administração, falamos de três coisas. Primeiro, da estrutura institucional na educação de cada funcionário. De um lado, há uma cultura muito centralizadora, decorrente de um vírus suprapartidário com aqueles que cercam o gestor. Basta lembrar que o maior problema de muitos gestores públicos, está no relacionamento com a população, e o maior culpado nisso! São aqueles que os cercam e se acham importantes; mas que na verdade, só atrapalham. Esses não passam de tremendos puxa-sacos, que só falam mau das pessoas, e nem sequer, tem amizade na sociedade de tão imbecis que são. E o pior! São os que mais criam inverdades entre o gestor e a população.

Também temos o amadorismo ou engessamento, com o maior índice de funcionários sendo indicados politicamente. Não são formados em nada. No mundo inteiro, o que tem acontecido nos últimos 30 anos é criar espaços de formação para o que chamam de lideranças inúteis.

Por isso, essas lideranças precisam conhecer gestão não só para criar mecanismos e processos melhores, mas deve ser; pessoas capazes de lidar com o elemento humano.

Um grande pensador americano da gestão pública fez um estudo sobre essas pessoas em que mostrava que a liderança é aquela capaz de criar processos mais racionais do ponto de vista da administração, ao mesmo tempo que cria mecanismos para mobilizar pessoas. Mas no momento só prefiro falar em gestores, no plural, pois isso pressupõe que haja uma equipe para isso.

Que os gestores possam rever alguns daqueles que os cercam. Se não esses, poderão pôr tudo a perder!?

Print Friendly