Bolsonaro pressiona aprovação de crédito extra

1666 views

bolsonaro

“- Sem aprovação do PLN 4 pelo Congresso teremos que suspender o pagamento de benefícios a idosos e pessoas com deficiência já no próximo dia 25. Nos meses seguintes faltarão recursos para aposentadorias, Bolsa Família, PRONAF, Plano Safra…”

O tuíte acima foi publicado pelo presidente Bolsonaro no sábado (8) como forma de apelo aos senadores e deputados para que passem em suas respectivas esferas de poder o crédito extra no valor de R$ 248 milhões na terça-feira que vem (11).

O crédito está previsto dentro PLN (Projeto de Lei do Congresso Nacional) número 4, que nem sequer foi aprovado na Comissão Mista de Orçamento, o que deveria ter ocorrido na quarta-feira (4). O governo pede a verba na tentativa de aliviar a crise nas contas públicas por meio da emissão de títulos do Tesouro.

Como o governo é impedido de entrar em dívidas para quitar despesas como Previdência Social e benefícios assistenciais, no mês de junho, conforme o Ministério da Cidadania, faltará cerca de R$ 2 milhões para pagar o Benefício de Prestação Continuada aos idosos e deficientes que integram o programa e são cerca de 2,5 milhões.

O projeto que requisita mais dinheiro foi enviado ao Congresso em março, mas falta de articulação interna do governo impede que o pedido seja atendido. Depois da votação na CMO, o governo precisa conseguir 257 votos na Câmara e 41 no Senado para ter condições de fazer os pagamentos com títulos públicos.

Print Friendly