Microsoft aposenta completamente o Windows 8 e o Windows Phone

5560 views

win8

Facebook e WhatsApp deixarão de funcionar no Windows Phone ainda neste ano e o aplicativo de mensagens já não está mais disponível na Microsoft Store.

Já faz quase um ano desde que a Microsoft anunciou pela primeira vez que o Windows 8 seria descontinuado. E nesta segunda-feira (1º), a empresa marcou a data oficial do fim do sistema operacional. O software deixará de receber atualizações de aplicativos, pacotes de segurança e suporte a partir de 31 de dezembro de 2019. Ambas as versões, para computadores e para dispositivos móveis, serão descontinuadas.

O fim do sistema operacional vai afetar não apenas computadores, mas também celulares baseados no Windows 8.x. A mudança vai ser mais prejudicial nos smartphones, porque eles não apenas deixarão de receber atualizações, mas também não poderão instalar aplicativos da Windows Store.

A decisão revela como a multinacional caminha para o fim completo do Windows Phone, que já não recebe mais suporte dos sistemas da Microsoft há algum tempo. Aplicativos populares, como Facebook e WhatsApp, deixarão de funcionar no dispositivo ainda neste ano e o app de mensagens já não está mais disponível na Microsoft Store. Da mesma forma, Microsoft deixará de oferecer suporte ao Windows 10 mobile a partir de 31 de dezembro de 2019, o que significa que os usuários não poderão baixar atualizações ou pacotes de segurança.

Em agosto de 2018, a Microsoft anunciou que dispositivos móveis com Windows Phone 8.x e computadores com Windows 8 não receberiam mais atualizações do sistema operacional. Apesar de já ter sido deixado de lado pela Microsoft, o Windows 8 ainda está instalado em muitos computadores. Pelo menos 1,75% dos desktops em todo o mundo ainda usam o software, de acordo com dados da empresa de pesquisas Statcounter.

A única alternativa de usuários de PCs que ainda usam o Windows 8 é atualizar o computador para o Windows 10. No caso dos celulares, a melhor opção é adquirir outro smartphone com iOS ou Android, já que a Microsoft já vem abandonando o segmento e atualmente oferece todos os seus aplicativos nos sistemas operacionais do Google e da Apple.

Print Friendly