Governo reduz projeção de crescimento da economia

2380 views

projecao

Caiu de 1,6% para 0,81% a projeção do governo federal para o crescimento da economia em 2019. O anúncio, feito pelo Ministério da Economia nesta sexta-feira (12), alinha a estimativa estatal com a do último boletim Focus, elaborado pelo Banco Central após consulta a 100 economistas do mercado, que projeta Produto Interno Bruto (PIB) de 0,82% este ano. A projeção da inflação também foi revisada para baixo: 3,8%, contra 4,1% estimados em maio.

A grade de parâmetros macroeconômicos do ministério justifica a projeção de queda do PIB pela lentidão da economia em função de choques e com os investimentos e a demora na aprovação da reforma da Previdência. A secretaria de Política Econômica ainda prevê alta de 0,3% no segundo trimestre em relação ao anterior, com ajuste sazonal.

“A confiança de empresários e consumidores tem se reduzido em relação ao início do ano, dada a demora na retomada. A produção industrial apresentou ritmo próximo de zero em abril e maio, com recuo da indústria extrativa e menor ritmo dos ramos de transformação”, justifica a secretaria.

O documento ainda acrescenta que a tragédia de Brumadinho, ocorrida no fim de janeiro, e a suspensão das atividades da mineradora Vale corresponde a um terço da queda da indústria no ano.

Os serviços mostram recuperação lenta devido a dificuldades de empresas e de famílias. Quanto à agropecuária, nota-se alguma recuperação da safra de grãos”, ainda que a demora na aprovação da reforma tenha atrasado investimentos planejados, o que fez o crescimento da atividade no primeiro semestre ser aquém das expectativas.

Para 2020, o governo projeta PIB de 2,2%.Para 2021 e 2022 a expansão esperada é de 2,5%.

Print Friendly