Em despedida do STF, Dodge pede que Corte fique em ‘alerta’

1832 views

dodge

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, participou nesta quinta-feira (12) da última sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) na função de representante do Ministério Público Federal (MPF). Durante seu discurso, Dodge pediu que os ministros fiquem “atentos” a sinais contrários à democracia liberal.

“Faço um alerta para que fiquem atentos a todos os sinais de pressão sobre a democracia liberal, uma vez que no Brasil e no mundo surgem vozes contrárias ao regime de leis, ao respeito aos direitos fundamentais e ao meio ambiente sadio também para as futuras gerações”, disse Dodge aos ministros.

No início da sessão, o presidente da Corte, Dias Toffoli, fez um discurso de homenagem a Raquel Dodge. O decano do Supremo, ministro com mais tempo de atuação no tribunal, Celso de Mello, também elogiou a procuradora.

O mandato dela na Procuradoria-Geral da República (PGR) termina na próxima terça-feira (17). O presidente Jair Bolsonaro indicou para o lugar dela o subprocurador-geral da República Augusto Aras, que ainda terá que ser sabatinado e ter o nome aprovado no Senado.

Dodge afirmou que, em um cenário de ataques à democracia, “é grave a responsabilidade do Ministério Público e do Supremo Tribunal Federal, seja para acionar o sistema de freios e contrapesos, seja para manter leis válidas perante a Constituição, seja para proteger o direito e a segurança de todos, seja para defender minorias”.

Print Friendly