Temporada de cruzeiros na capital será aberta nesta quinta-feira (17)

6786 views

cruzeiros

A temporada de cruzeiros na capital baiana será aberta na quinta-feira (17), com a chegada do navio World Explorer, às 14h, no Porto de Salvador, Comércio. A embarcação, que tem capacidade para 200 passageiros, saiu de Recife (PE) e terá como destino final Búzios (RJ).

Ao todo, 63 navios turísticos passarão pela cidade durante toda a temporada, que termina em 18 de abril do próximo ano. A estimativa é receber 165 mil cruzeiristas, o que representa 10% de aumento em relação ao fluxo de visitantes da temporada 2018/2019, segundo a Associação Internacional de Cruzeiros (Cruise Lines International Association – Clia).

A alta deve refletir consequentemente na economia local, já que o gasto médio de cada passageiro com alimentação e serviços no período passado foi de R$ 485 reais, proporcionando uma movimentação econômica de mais de R$ 70 milhões.

Além de embarcações que atracarão em Salvador, proveniente de destinos nacionais como Santos, Búzios, Maceió, haverá outras que partirão de diversas partes do mundo a exemplos do MSC Seaview, que virá de Santa Cruz de Tenerife, da Espanha; do MSC Magnifica, que sairá de Cabo Verde; e o Coral Princess que chegará do Caribe.

Receptivo turístico – Como já vem acontecendo nos últimos anos, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) disponibilizará um estande no porto com atendentes que falam três idiomas para dar as boas-vindas aos visitantes durante toda a temporada de cruzeiros.

Os guias tirarão dúvidas e orientarão os visitantes sobre opções rápidas de turismo, distribuindo cartilhas com mapas contendo informações de acesso ao Centro Histórico, por exemplo.

A região, aliás, está muito mais atrativa com a requalificação de espaços públicos como a Praça da Inglaterra e Rua Miguel Calmon, no Comércio, e do Largo do Terreiro de Jesus, no Pelourinho.

Mesmo sendo mais rápidas, as visitas funcionam como um incentivo para que esses excursionistas voltem a Salvador em uma outra oportunidade, permitindo uma experiência turística mais duradoura e, portanto, mais vantajosa à cadeia produtiva do turismo.

“A nossa intenção é fidelizar esse visitante pra que ele possa voltar à cidade em uma outra oportunidade, e aí, sim, passar mais dias e conhecer melhor a capital”, destaca o titular da Secult, Cláudio Tinoco.

Print Friendly