Balneabilidade: Inema alerta sobre praias contaminadas com manchas de óleo

4434 views

Oleo

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), por meio da Coordenação de Estudos de Clima e Projetos Especiais esclarece que o Boletim de Balneabilidade, divulgado semanalmente pelo Instituto, analisa a qualidade das águas destinadas à recreação de contato primário, ou seja, direto e prolongado, onde a possibilidade de ingestão é elevada.

Os critérios adotados pelo Inema estão definidos na Resolução CONAMA nº 274, de 29 de novembro de 2000. Adotou-se a Escherichia coli como indicador microbiológico, para avaliação da restrição. A E. coli é uma bactéria abundante em fezes humanas e de animais, tendo somente, sido encontrada em esgotos, efluentes, águas naturais e solos que tenham recebido contaminação fecal recente.

A amostragem é feita, preferencialmente, no dia de maior afluência do público às praias. A balneabilidade é considerada Imprópria quando a densidade de E. coli for superior a 800 UFC/100 ml, em duas ou mais amostras, de um conjunto de cinco semanas, coletadas no mesmo local ou o valor obtido na última amostragem for superior a 2000UFC/100ml.

Mesmo apresentando baixas densidades de bactérias fecais, uma praia pode ser classificada na categoria Imprópria quando ocorrerem circunstâncias que desaconselhem a recreação de contato primário, tais como: derramamento de óleo; extravasamento de esgoto; ocorrência de maré vermelha; floração de algas potencialmente tóxicas ou outros organismos e surtos de doenças de veiculação hídrica (Baseado no Art. 3º, §º1, CONAMA 274/2000).

O Inema recomenda aos usuários das praias que ao observarem presença de óleo evitem fazer a utilização das mesmas e não toquem, nem removam os resíduos encontrados. Ações de limpeza estão sendo realizadas em todas as praias atingidas. Caso encontre um animal com vestígios da substância, não toque e não devolva para o mar. Ligue para as autoridades competentes. O Inema segue acompanhando e mapeando as áreas atingidas para contribuir com as ações do Comando Unificado de Acidentes.

Baixe o aplicativo “Vai Dar Praia”, disponível para dispositivos móveis com sistema operacional Android, e confira a qualquer momento as informações sobre a qualidade das praias.

Confira abaixo os resultados emitidos em 25/10/2019 para o final de semana, seguindo os critérios da resolução CONAMA nº 274, de 29 de novembro de 2000:

Baía de Todos os Santos

Praias impróprias: Madre de Deus (sob á ponte em Madre de Deus), Cabuçu (em frente as barracas), Conceição de Salinas (no meio da praia), Aratuba (acesso pela rua principal do povoado), Barra Grande (ao lado do Cais de Barra Grande), Amoreiras (em frente à Pousada de Amoreiras) e Gameleira (em frente a Cruz da Gameleira).

Salvador

Praias impróprias: São Tomé de Paripe (em frente à casa Vila Maria, ao lado da rampa de acesso à praia), Tubarão (em frente ao conjunto habitacional, próximo a antiga fábrica de cimento), Periperi (na saída de acesso a praia, após travessia da via férrea), Penha (situada em frente a barraca do Valença), Bogari (em frente ao Colégio da PM (antigo Colégio João Florêncio Gomes), Bonfim (ao lado da quadra de esportes, em frente a rampa de acesso a praia), Pedra Furada (atrás do Hospital Sagrada Família, em frente a ladeira que dá acesso a praia), Armação (em frente ao Hotel Alah Mar e a Rua João Mendes da Costa), Boca do Rio (em frente ao posto Salva Vidas) e Patamares (em frente ao posto Salva Vidas Patamares, próximo ao Coliseu do Forró e ao Caranguejo de Sergipe).

Costa dos Coqueiros

Praias impróprias: Barra do Jacuípe (em frente ao condomínio Sol Marina Jacuípe).

Costa do Dendê

Nenhuma praia imprópria para o banho.

Costa do Cacau

Praias impróprias: Barra de São Miguel (em frente à rua de acesso a praia), Marciano (próximo ao Bar Litrão), Malhado (próximo a escultura da sereia), Avenida (próximo à lanchonete Subway), Sul (em frente as barracas, acesso Km 0, em direção ao Aeroporto de Ilhéus) e Costa – Canavieiras (em frente a Praça Principal da Orla Marítima de Canavieiras).

Costa do Descobrimento

Nenhuma praia imprópria para o banho.

Costa da Baleia

Nenhuma praia imprópria para o banho.

Foto: W.Darzan

Informações: INEMA

Print Friendly