Meta de inflação vai ser de 4,25% em 2019

67 views

economia

Otimista com o rumo da inflação e baseado nas expectativas de mercado, o CMN (Conselho Monetário Nacional) deverá reduzir a meta de inflação de 2019 dos atuais 4,50% para 4,25% na próxima reunião do conselho marcada para 29 de junho, segundo informações do jornal Valor Econômico.

A redução de 0,25 ponto percentual só não será mais agressiva, pois, segundo o jornal, o CMN quer mitigar o risco de o Copom (Comitê de Política Monetária) ter que elevar os juros mais à frente para conter a inflação. A última vez que houve a chance de o governo reduzir a meta foi na reunião do CMN de junho de 2007, que fixou a variação do IPCA para 2009.

Apesar da decisão parecer prematura diante de tantas incertezas políticas, de acordo com o Valor, o conselho avalia que a decisão sobre a meta para daqui dois anos decorre de uma visão estrutural, ou seja, com pouca relação com as atuais turbulências.

Confirmada a redução da meta de inflação no final do mês, o CMN dará uma resposta ao presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, que afirmou na última terça-feira (13) que o Brasil não teve “ousadia” para reduzir a meta de inflação nos últimos anos.

Print Friendly